terça-feira, 7 de julho de 2015

Relatório 1º Semestre 2015 - 1º Fundamental 1 [INTERMARES]

RELATÓRIO 2015

- Bimestre 1 e 2 -

Unidade: Intermares
Turma: 1º Ano Fundamental 1
Professora: Ysys Lelis


RELATÓRIO RESUMIDO



TOTAL DE ATIVIDADES: 20 atividades desenvolvidas (aproximadamente)
  • MY DAY: X textos construídos
  • CADERNO QUADRICULADO: X exercícios (quatro operações matemáticas)
  • RESOLUÇÃO QUESTÕES-PROBLEMA: X atividades respondidas
  • EXERCÍCIOS LIVRO-TEXTO: X exercícios trabalhados
  • PROJETO DE LEITURA: 20 livros lidos
  • USO IPADS ALUNOS: X atividades (além do uso diário pelas professoras)
  • VÍDEOS TRABALHADOS: X vídeos trabalhados
  • PROVAS TIPO ENEM: X provas realizadas
  • MARATONA: X aulas e atividades
  • ATIVIDADES EXTRA-CLASSE: X atividades


RELATÓRIO COMPLETO



Relatório do trabalho desenvolvido no 1 ano do fundamental I  

    O processo de alfabetização da criança se dá na concepção de ensinar a ler e a escrever no próprio contexto das práticas sociais da leitura e da escrita, inserindo-a em um contexto amplo, rico, fecundo e permeando o uso de  múltiplas linguagens, as quais automaticamente as levarão à linguagem escrita. Podemos afirmar que um desenho, uma pintura, uma gravura, um movimento, uma dança, uma escultura, uma maquete, brincar de faz-de-conta, decifrar rótulos, seriar códigos, ouvir histórias, elaborar listas, discutir impressões de notícias de jornal, elaborar cartas, trabalhar com receitas, realizar visitas a bancos, museus e supermercados, conviver e interagir com gibis, livros, poesias, parlendas, ouvir música, enfim, a interação com as diferentes linguagens é essencial e antecede as formas superiores da linguagem escrita.

    O desenvolvimento de tais atividades esclarecerá às crianças a importância e o funcionamento da escrita em nossa sociedade, desenvolvendo capacidades necessárias para a sua apropriação. Isso irá motivá-las a querer conhecer mais, querer aprender a ler e escrever de maneira prazerosa e satisfatória. Dessa forma construímos o trabalho do 1 semestre buscando desenvolver atividades como as supracitadas.

    Trabalhamos  com diversos portadores de textos como: receitas, rótulos , poesias, parlendas, contos de fadas, sarau poético e outros, desenvolvemos vários projetos  de sequência didática onde em um deles  lemos coletivamente a história do Coelhinho Vivinho da escritora Ruth Rocha e estudamos a receita do brigadeiro em forma de texto fatiado, onde as crianças iriam montar  a escrita da receita e executar a leitura  e por fim materializar a receita em brigadeiro e degusta-lo. E assim de maneira lúdica trouxemos para sala de aula momentos da construção de leitura e escrita, fizemos  pesquisas  da vida e obra de alguns autores como: Monteiro Lobato, Cecília Meireles, Ruth Rocha e outros buscando nas atividades realizar o processo de construção da leitura e escrita, com o projeto Clube do Livro nossos alunos tiveram acesso a leitura de mais de 20 títulos diversificados incentivando e aprimorando o gosto pela leitura, introduzimos o My Day por meio de leitura de imagens e de texto lacunado  preparando para a produção textual ao final do 2 semestre. Utilizamos diversas vezes em sala o Ipad  onde fizemos atividade de leitura e escrita  de forma interativa.

      Para trabalhar os conteúdos de matemática  foram utilizados recursos lúdicos para melhor compreensão dos conteúdos abstratos , montamos um mini mercadinho com embalagens trazidas pelas crianças onde em grupos as mesmas separaram todo material e etiquetaram com preços , essa atividade tinha como objetivo trabalhar noções matemáticas de adição e subtração, sistema monetário, leitura de imagens por meio dos rótulos , utilizamos  diversas vezes o material dourado pois o mesmo faz com que as relações numéricas abstratas  passem a ter imagem concreta, introduzimos o uso do caderno quadriculado  para a realização das continhas de adição,  onde cada criança aprendeu como é realizada a escrita dos números nesse tipo de caderno, utilizamos o Ipad com joguinhos matemáticos relacionados aos conteúdos estudados para melhor compreensão dos mesmos.

        Os conteúdos de ciências, história e geografia  foram estudados  com pesquisas, produção e apresentação de trabalhos , estudamos em ciências os animais marinhos onde as crianças catalogaram imagens de diferentes animais e falaram sobre  cada um deles , com o tema reciclagem  e alimentação saudável  foi construído um trabalho  com ajuda da família e apresentado pela criança em sala de aula. Fizemos a confecção de brinquedos utilizando material reclicado e resgatando assim  a história dos brinquedos antigos. Estudarmos  em história e geografia a era pré-histórica e  fizemos uma viagem ao tempo  com desenhos e filmes de dinossauros .

         Toda metodologia utilizada  foi planejada objetivando subsidiar o processo de construção de leitura e escrita de cada criança , segundo Emília Ferreiro( especialista em alfabetização) existe um processo de aquisição da linguagem escrita  que  dividi-se em :

NÍVEL PRÉ-SILÁBICO : As partes da escrita não correspondem às partes do nome. Fase gráfica primitiva – símbolos e pseudoletras, misturadas com letras e números. As crianças escrevem letras, bolinhas e números, como se soubessem escrever, sem uma preocupação com as propriedades sonoras da escrita.

NÍVEL SILÁBICO: É a descoberta de que a quantidade de letras com que vai escrever uma palavra pode ter correspondência com a quantidade de partes que se reconhece na emissão oral. “ Pedaços sonoros” , essas partes são as sílabas e em geral, a criança faz corresponder uma grafia a cada sílaba.

NÍVEL SILÁBICO-ALFABÉTICO:  Nesse nível existem duas formas de correspondência entre sons e grafias: silábica (sílaba é o som produzido por uma só emissão de voz) e alfabética (análise fonética e/ ou análise dos fonemas, que são os elementos sonoros da linguagem e têm nas letras o seu correspondente). A criança escreve parte da palavra aplicando a hipótese silábica, de que para se escrever uma sílaba é necessário apenas uma letra.

NÍVEL ALFABÉTICO :Caracteriza-se pela correspondência entre fonemas e grafias. Geralmente as crianças já conseguem ler e expressar graficamente o que pensa ou fala. Compreende a logicidade da base alfabética da escrita. Nesse nível, têm a distinção de letra e sílaba, palavra e frase.  A análise se aprimora e é possível a compreensão de que uma sílaba pode ter uma, duas ou três letras, mas ainda se confunde, ou se esquece de algumas letras.

        Ao iniciarmos o 1 semestre  a maioria de nossas crianças estavam no nível  silábico, como temos uma turma heterogenia, algumas de nossas crianças se encontram no nível silábico-alfabético e outras nível alfabético.

        Ao  final do próximo semestre  certamente teremos  leitores e escritores críticos  , que não mas precisarão da ajuda de  um adulto para descobrir o mundo através da leitura.

Grata pela confiança no meu trabalho.

Ysys Lelis



Nenhum comentário:

Postar um comentário